Botão de Rosa

Botão de Rosa Já nasce bela e formosa, Na forma de um botão. Exalando seu perfume. Assim é o botão de rosa, Que cresce e floresce, Ficando bela e exuberante. Com a delicadeza poda se o botão. E entrego a mulher mais bela. Quando a rosa recebida em suas mãos. Com o carinho que seRead More

Sinto a sua falta

Sinto a sua falta De poder lhe cuidar, Em meus braços carregar, Para os seus passos aliviar. Quero vê lá agora, Segurar suas mãos, Fixar meus olhos aos seus. Suavemente acaricia-la, Com os dedos a Delicadeza dos seus lábios. Surrando aos seus Ouvidos doces palavras De amor. Sentindo seu perfume… Dos beijos que roubei… ComoRead More

Uma rosa na mão

Uma rosa na mão. Seus olhos me fascinam, Teu perfume me seduz, Seus lábios eu desejo. Alcançar um beijo, Que tanto almejo, Vontade não faltou. Contive-me no impulso, Já que súbito seria, Glamorosos esse beijo. Com uma rosa na mão, E nossos lábios selados, Em um profundo beijo. Poeta by@xandy

Poesia

A vida poderia ser como uma poesia, nas lindas palavras fossem como verdadeiro amor. Não apenas um conto de fadas que se quebra quando a criança cresce. Poeta by@xandy

Basta eu olhar

Basta eu olhar Esse seu olhar Invade minha alma. Chegando ao meu coração. Desperta em mim O desejo de estar Na sua companhia. Aflora sentimentos Já esquecidos outrora Ardente… Apaixonante… Não importa o tempo Que fico distante Basta eu olhar. Poeta by@xandy

Lá você está

Lá você está Hoje vi as estrelas Brilharem como nunca Havia visto antes. E a lua Destacando se entre as Belas estrelas. Parei… E fiquei a observar Se dentre elas poderia Eu a achar. Mesmo ofuscado pelo Brilho de cada estrela E lá você está. Para um recado eu enviar. Nessa saudade que sinto PorRead More

Compreendo as razões

Compreendo as razões Sei respeitar, compreendo As razões, e sei quando é A hora de me afastar. De quem não quer estar E comigo partilhar. Entendo seu querer. Não posso violar, Tão pouco forçar, Devo então me silenciar. E quando achar que deve Me procurar, talvez não Esteja mais lá. Poeta by@xandy

Nessa melancolia

Nessa melancolia O silêncio chegou É hora de dormir Deitar-me-ei. Escuto o tic-tac do relógio O pulsar de meu coração Nesta grande solidão. Os olhos se recusam a fechar Tantos sons a escutar Nada a se agarrar. Tão pouco abraçar Nessa melancolia Que recusa a passar. Poeta by@xandy

Saudade

Saudade Saudade é essa que vem De uma filha que não falo, De filho que de tempos o vejo. Saudade que dói com As lembranças que parece Sumir como vento que soprou. Saudade do abraço apertado Do carinho recebido, de poder Dizer filho e filha como eu os amo. Poeta by@xandy

Assim é seu olhar

Assim é seu olhar Profundo e apaixonante Fixo e penetrante Assim é seu olhar. Invade minha alma Não sei como desviar Profundo é seu olhar. Conduz ao desejo Incontrolável de querer Seus lábios aos meus selar. Tenho que me conter Nesse seu olhar. Para sua boca não beijar. Poeta by@xandy

%d blogueiros gostam disto: